Suando demais?

Um simples abraço ou aperto de mão podem gerar constrangimento para quem sofre com a hiperidrose, um excesso de suor em uma ou várias partes de corpo. Surgem então problemas nos relacionamentos pessoais e sociais, que por fim acabam afetando em cheio a auto-estima.

O problema é comum em pessoas que sofrem da tireóide, doenças psiquiátricas, menopausa ou obesidade. Mas não são só eles os responsáveis pelo distúrbio: pode ocorrer em pessoas “saudáveis” também.

As áreas mais atingidas são as axilas, palmas das mãos, plantas dos pés e virilha. Quando incomoda, é sinal de que chegou a hora de buscar uma solução, já que não há cura. O tratamento interrompe provisoriamente a sudorese. Uma das formas de controle é a aplicação de toxina botulínica. Isso mesmo: a mesma substância injetável utilizada pelas mulheres em rugas dinâmicas para rejuvenescimento.

Para isso, a região a ser tratada recebe anestesia tópica em creme e/ ou anestesia local. O efeito máximo é atingido em 2 semanas, podendo durar até 8 meses. A necessidade de repetição das injeções varia de acordo com cada paciente.
O médico que deve ser procurado é o endocrinologista.

Fonte:
http://www.galderma.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Cadastramos revendedores em todo o Brasil!
Sem consulta ao SPC SERASA!